o que é bokashi
O que é Bokashi
26 de maio de 2022

Você gostaria de ter plantas sempre bonitas, floridas e saudáveis em seu jardim ou em casa? Saiba que é possível tratar das suas plantas com antecedência e facilidade seguindo alguns cuidados certos. Nossas dicas vão ajudar você a entender melhor como proteger suas plantas de uma série de adversidades que podem acontecer.

Os problemas podem estar relacionados a diversos fatores como por exemplo, plantas invasoras, doenças e pragas e métodos errôneos de cultivo. A proteção das plantas começa com algumas precauções básicas que são simples de seguir no dia a dia.

Como Proteger as Plantas

Com o conhecimento adequado, cuidar das plantas do jardim e de casa torna-se fácil e o resultado é sempre animador.

Afinal, todo jardineiro, iniciante ou veterano, se sente orgulhoso dos novos brotos e das flores que surgem em suas plantas. Mantê-las saudáveis é uma busca constante, não é mesmo?

Veja abaixo como proteger suas plantas e dicas que podem ajudar na saúde e vitalidade das diferentes espécies que você tem em casa.

Como Proteger as Plantas do Sol

Inegavelmente todas as plantas precisam da luz solar para sobreviver. Porém, como em quase tudo na vida, existe na jardinagem também um “excesso”.

Geralmente as plantas menos resistentes ao sol tem folhas finas e claras. Por outro lado, mesmo plantas com folhas mais grossas e cores escuras podem sofrer com a ação da luz solar.

Além disso, as plantas jovens também são sensíveis aos raios diretos do sol. Nesse caso, se o plantio é no jardim, uma solução simples é esperar pela estação mais amena para fazer o plantio das novas mudas.

A rosa do deserto, embora tenha folhas mais resistentes, sofre com queimaduras no caudex ou caule da planta. Algumas Echeverias suculentas, Antúrios e o Lírio da Paz por exemplo, também podem ter queimaduras de sol nas folhas.

Outras vezes, plantas naturalmente resistentes ao sol têm queimaduras nas folhas por causa de gotas que ficaram da rega. Isso é comum quando a rega é feita com o sol a pino, nos momentos mais quentes do dia.

Existem várias maneiras de proteger suas plantas do sol forte. Algumas mais elaboradas e caras, como o uso de redes de sombreamento, e outras não.

Um simples guarda-sol de praia, por exemplo, pode ajudar a amenizar os raios solares naquela planta que está sofrendo. Obviamente, a melhor solução depende do tamanho do jardim.

Manter as plantas hidratadas em estações quentes é fundamental. Nesses períodos, não tenha receio de aguar sua planta com maior frequência.

Acrescentar uma cobertura de solo inativa, como pedriscos e seixos, é outro fator que ajuda a manter e reter a umidade.

Assim, saber qual o tipo de luminosidade que a planta gosta é fundamental; sol, meia-sombra ou luz difusa. Então, escolha o local em casa ou no jardim de acordo com essas características.

Água

Eis aí outro fator essencial para a planta, mas que em algumas situações pode prejudicar. Regar demais, exceto as plantas de ambientes aquáticos e uma minoria de espécies, pode encharcar as raízes e matar a planta.

Por esse motivo, quanto mais você souber sobre a planta que você tem, maior a chance de não exagerar nas regas.

Alguns cuidados como por exemplo, a escolha certa do substrato e do vaso, auxiliam no escoamento e ajudam a evitar danos de excesso de água.

Mas se você já excedeu na rega, e está prestes a perder sua planta, veja este artigo com uma boa dica de como salvar uma planta que recebeu muita água.

Adubação

Devemos proteger nossas plantas tanto da falta de adubo como também do excesso. Os dois extremos prejudicam e logo logo a planta apresenta sinais de que alguma coisa está errada.

Para dificultar um pouco o nosso lado, os sintomas de uma planta sem adubo são os mesmos do excesso de sol. As folhas apresentam queimaduras e ficam com algumas partes secas, como se tivessem torrado no sol.

Mas não é só isso. A falta de nutrientes na planta pode ocasionar folhas raquíticas e muito pequenas, folhas com pequenos buracos, amarelamento de folhas novas, folhas pálidas e sem brilho, além de queda constante.

Por outro lado, quando o adubo é demais, existe um desequilíbrio generalizado. Os nutrientes passam a competir entre si e causam um prejuízo na absorção um do outro.

Além disso, a planta fica mais sensível ao aparecimento de doenças e pragas.

A melhor forma de prevenir os erros na adubação é seguindo as indicações de tempo e quantidade da embalagem do produto a ser aplicado. Anotações na sua agenda também ajudam no controle e evitam erros de fertilização.

Como Proteger as Plantas do Frio

Temperaturas muito baixas, especialmente quando causam geadas, podem causar alguns danos em plantas tropicais e subtropicais.

Algumas espécies de plantas com raízes pequenas e pouco profundas ou com folhas maiores e largas são afetadas por locais com ventos fortes. Eles são muito comuns em determinadas épocas do ano, assim como em cidades costeiras ou varandas de prédios.

Cobrir as plantas com plásticos ou lençóis é uma prática comum que protege temporariamente.

Outra opção mais duradoura é fazer a cobertura do solo com elementos como fibra de coco, casca de pinus ou palha. Eles entram em decomposição com a ajuda dos microrganismos, aumentando a temperatura do solo.

Ar Seco

A secura em algumas épocas do ano pode afetar as folhas da planta. Este tipo de problema pode acontecer também com plantas que ficam em ambiente de ar condicionado.

Geralmente, o ar seco deixa as pontas das folhas queimadas, várias folhas ao mesmo tempo.

Agrupar as plantas aumenta a umidade entre elas. Além disso, o uso de um aparelho umidificador também ajuda a manter a umidade.

Já o uso de um borrifador, apesar de aliviar o calor, tem um efeito momentâneo, pois assim que a água evapora o efeito se encerra.

Como Proteger as Plantas de Pragas e fungos

Há uma enorme variedade de parasitas que podem infestar as plantas de casa, de jardins, varandas e terraços.

Os mais comuns como os pulgões, os ácaros e as cochonilhas são velhos conhecidos de quem tem plantas dentro de casa. Já as lagartas e os nematoides, embora não tão comuns, causam destruição por onde passam.

As pragas e fungos são problemas muitos desagradáveis e às vezes de difícil remoção. Uma vez que exigem tratamento contundente e muita persistência de nossa parte.  Nesse sentido, o melhor é evitar que eles apareçam em nossas plantas.

Como prevenir as pragas e os fungos então? Infelizmente, mesmo com todos os cuidados, nem o mais experiente dos jardineiros está livre desse desconforto.

Fique sempre de olho, faça a verificação constante, inclusive das partes inferiores das folhas. De fato, tratar o problema no início é muito mais simples.

Mantenha seu jardim limpo retirando todas as folhas velhas e mortas. Além disso, evite solos extremamente úmidos ou água parada.

Não utilize as mesmas ferramentas em mais de uma planta sem antes desinfetá-las. Não faça o reaproveitamento do substrato sem ter a certeza de que ele não está infectado.

Plantas invasoras

Não pense que elas são feias e sem graça. Algumas espécies de plantas invasoras têm lindas flores e deixam qualquer jardim mais alegre, mas devem ser contidas de alguma forma.

As plantas invasoras são aquelas que disputam os nutrientes presentes no solo com sua planta selecionada. Além disso, algumas têm raízes e galhos tão agressivos que acabam sufocando as plantas próximas.

Assim, antes de fazer uma nova aquisição, pesquise sobre a planta para saber se ela traz algum risco para as demais espécies que já estão na sua casa ou no seu jardim.

Vimos então que a proteção da planta começa com as precauções corretas. Afinal, plantas saudáveis têm maior resistência às inúmeras intempéries do ambiente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.