Planta Flor-de-Cera: Dica Especial para Iniciantes

Plantas grandes para sala de estar Licuala grandis
Plantas Grandes para Sala de Estar
18 de março de 2024
cacto rabo de macaco
Cacto Rabo-de-Macaco: Cultivo Simples e Descomplicado
1 de abril de 2024

Que tal presentear alguém com um presente que vive? A planta Flor-de-cera é uma escolha muito mais interessante do que as flores de corte. Sua característica mais exclusiva são as flores pequenas, estreladas que crescem em formato de guarda-chuvas e com uma textura sedosa adorável.

Na cultura oriental, a Flor-de-cera é considerada um símbolo de amor e felicidade. Presenteá-la a alguém representa a expressão de bons sentimentos e desejos de muita prosperidade.

Quer saber mais? Ela tem flores perfumadas e é uma espécie ideal para iniciantes. Seus ramos longos e folhas decorativas ficam pendentes quando cultivadas em vasos suspensos

Além disso, é uma planta rústica, ou seja, não é daquelas sensíveis que se abalam à menor mudança. Gosta de pouca irrigação, cresce bem em ambientes arejados e de meia-sombra

E para completar, a Flor-de-cera se multiplica muito facilmente através de pedaços de suas hastes.

As dicas que reuni aqui se adequam à maioria das espécies, mas lembro que você deve sempre pesquisar sobre as particularidades da espécie que você está levando para casa, ok?

Qual a origem da Planta Flor-de-Cera?

A Flor-de-cera, do gênero Hoya, é uma planta trepadeira originária da China, Japão, Índias Orientais e Austrália. E elas são muitas viu? O gênero engloba mais de 200 espécies com características distintas, mas todas com flores que encantam pela delicadeza.

O nome “Hoya” tem uma história interessante que remonta ao início do século XIX e está ligado ao inglês Thomas Hoy, um jardineiro apaixonado por plantas.

Thomas Hoy era um jardineiro que viveu entre 1750 e 1822 e trabalhou como jardineiro chefe para o Duque de Northumberland, no Castelo de Alnwick, na Inglaterra.

Hoy era um botânico amador que tinha grande interesse por plantas exóticas, especialmente as do tipo suculentas.

Ele dedicou sua vida ao estudo e cultivo de plantas, e ao longo do tempo coletou diversas espécies de diferentes partes do mundo.

Quando, em 1811, o botânico Robert Brown, amigo de Thomas Hoy, decidiu homenageá-lo dando o seu nome a um gênero de plantas trepadeiras com flores cerosas.

O gênero Hoya foi então criado para incluir a espécie Hoya carnosa, que era uma das plantas favoritas de Hoy e uma forma de reconhecer a contribuição de Thomas Hoy para o estudo e cultivo de plantas.

Tipos de Plantas Flor-de-Cera

Dentre o gênero Hoya, a Hoya carnosa é provavelmente um dos tipos mais comuns. É um pouco incerto falar sobre o número total do gênero, pois novas espécies são descobertas com frequência. No entanto, estima-se que existam entre 200 e 300 espécies de Hoya no mundo.

Hoya carnosa

Essa aqui é tipo a celebridade do mundo das Hoyas, são muitos cultivares. Ela é uma das mais populares, provavelmente porque não dá muito trabalho e ainda por cima é lindíssima. Tem folhas bem carnudas (daí o nome “carnosa”) e brilhantes, e suas flores são como pequenos guarda-chuvas de cera, geralmente de cor branca ou rosa claro, com um centro que parece um botão de rosa. Se você está começando no mundo das plantas, ou quer presentear alguém que não tenha ainda muita intimidade com as plantas, essa é uma ótima escolha!

hoya carnosa

Hoya carnosa

Hoya bella

Imagine uma planta delicada, com folhas pequeninas e um monte de flores que parecem saídas de um conto de fadas. É a Hoya bella! Ela é mais compacta e perfeita para pendurar, porque suas hastes longas e finas ficam ótimas caindo pelo vaso. As flores são brancas com um centro rosa ou lilás, e ela floresce em abundância se estiver feliz com o lugar onde está. Um encanto só!

flores brancas Hoya bella

Flores brancas da Hoya bella

Hoya kerrii

Essa é a planta do amor! Sério, suas folhas são em forma de coração, e não tem como não se apaixonar. Muita gente compra ela como uma folhinha solitária no Dia dos Namorados ou no Dia das Mães, mas o legal mesmo é ver uma planta inteira, com várias “folhas de coração” em uma trepadeira. As flores são bonitas, com um visual ceroso típico das Hoyas, mas as folhas são definitivamente a estrela do show aqui. No exemplo da foto, a espécie é tem as folhas variegadas, ou seja manchadas de amarelo nas bordas.

folhas em formato de coração da Hoya kerrii

Folhas variegadas em formato de coração da Hoya Kerrii

 

Hoya multiflora

Conhecida como a “Hoya dos tiros de estrela” por causa do formato único de suas flores, que parecem estrelinhas amarelas atirando para fora do centro da umbela. É super interessante e um pouco diferente das outras Hoyas no look das flores. Além disso, ela tem um visual meio selvagem, com flores que aparecem em cachos que parecem fogos de artifício. Se você gosta de plantas que são um show por si só, essa é a sua candidata.

Flores amarelas da hoya multiflora

Flores amarelas da Hoya multiflora

Hoya pubicalyx

Suas folhas são longas, pontudas e algumas variedades têm manchas prateadas ou rosas que são super fotogênicas. As flores? São como pequenas jóias, geralmente em tons de rosa escuro, e têm um perfume maravilhoso. Ela é muito procurada por colecionadores, mas mesmo assim não é muito exigente. Se você procura por flores mais rosadas, vai adorar a Pubicalyx ‘Red Bottom’ e a ‘Silver Pink’.

Flores rosadas da Hoya pubicalyx

Flores rosas da Hoya pubicalyx

Onde colocar a Flor-de-Cera em Casa

Essas são o tipo de plantas que amam um cantinho iluminado, mas não curtem muito a luz do sol direto, sabe? Ou seja, elas gostam de lugares quentes, mas sem aquela luz solar intensa.

Ah, e evite as correntes de ar. A temperatura ideal é uma brisa suave entre 18 e 23 graus Celsius.

Quando o inverno chega e elas entram naquele modo de repouso, elas suportam bem um friozinho mais ameno, até uns 10° Celsius, o que é bem raro em algumas regiões do país.

No entanto, se você cultiva sua planta na varanda, sacada ou no jardim, e mora mais ao sul, é bom levar sua planta Flor-de-Cera para dentro de casa nessa época. 

Como Regar a Flor-de-Cera

Trate da rega com moderação, especialmente do momento em que a planta começa a brotar até o seu pleno florescimento. O critério mais importante a seguir aqui é permitir que o solo esteja completamente seco antes de proceder com a próxima rega, ok?

Esse método ajuda demais, sobretudo para quem gosta de regar quase todo dia. Esperar o substrato secar vai ajudar a prevenir o excesso de água, e ao mesmo tempo manter o equilíbrio ideal de umidade que a Hoya precisa.

Mas, à medida que o inverno se aproxima e a Hoya entra em seu período de dormência, é bom adaptar essa rotina de rega. Nesse sentido, durante este tempo de repouso, a planta precisa de menos água.

Portanto, a rega deve ser reduzida significativamente, limitando-se a umedecer levemente o solo apenas de vez em quando. 

Aí então, com a chegada da primavera, acostume aos poucos sua Flor-de-cera com as regas mais frequentes novamente.

Dica Importante

Assim que os botões se formam e especialmente durante o período de floração, você não deve mais virar ou mover o vaso da flor de cera. Isso pode fazer com que os botões caiam e as flores comecem a se desmanchar de lá de dentro. Você também não deve cortar os ramos das flores depois que elas murcharem, pois novos botões se formarão neles.

Tipos de vasos para a Flor-de-cera

Embora elas sejam trepadeiras, você pode tranquilamente cultivá-las em vasos suspensos de boca larga.

Se preferir o cultivo como trepadeira, use treliças e apoios para sustentar os longos ramos e as flores que surgirão em seguida.

Sua Flor-de-cera só deve ser replantada se o vaso ficar muito estreito ou pequeno para os ramos. Isso porque os botões florais, principalmente das espécies mais antigas, sofrem com o replantio. Além disso, o novo pote ou vaso só pode ser um pouco maior que o antigo. Escolha a melhor época para fazer essa mudança, que é de fevereiro a março.

Escolha sempre um vaso com orifício de drenagem, pois as Flores-de-cera são sensíveis ao alagamento.

Substrato

Escolha um substrato, solto com uma boa aeração das raízes, pois isso vai evitar o encharcamento. 

Como a maioria são plantas epífitas, muitos tipos de Hoyas estão acostumados a ter suas raízes bem ventiladas.

No geral, as Flores-de-cera são plantas de meia-sombra pouco exigentes. Perfeitas para você que quer ter uma linda planta com flores aí na sua casa. Conte pra gente nos comentários se você já cultivou uma delas em casa.

2 Comments

  1. Eraldo Ferreira disse:

    Fantástica matéria! Tenho uma Roya branca e centro rosa que, simplesmente, parou de florescer, acreditando eu que fosse apenas pelo ataque voraz da cochonilha farinhenta (que, em fim, venci)! Agora sei que preciso melhorar seu substrato também.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *