Aromatizador de Ambiente Caseiro
24 de abril de 2021
Prateleiras para Plantas
Ideias de Prateleiras para Plantas
10 de maio de 2021

Ao contrário da maioria dos cactos, a Flor de maio não é nativa de regiões secas e áridas, mas, em vez disso, cresce naturalmente em florestas tropicais úmidas.

Mais especificamente, para o nosso contentamento, a Flor-de-maio é nativa do Sudeste do Brasil; Espírito Santo, São Paulo, Minas Gerais e principalmente Rio de Janeiro.

Quem já viu uma Flor-de-maio carregada de flores vai concordar comigo, elas são um espetáculo. Talvez pela peculiaridade do caule ou bela delicadeza das flores. Difícil saber o que encanta mais.

É uma planta epífita, ou seja, vive sobre outras plantas, mas não são parasitas. Cria suas raízes nas árvores e utiliza a matéria em decomposição no ambiente como nutriente.

Seu caule é segmentado, achatado e suculento, e não se parece em nada com um caule. Lembra mais uma cadeia de várias folhas que se ligam umas às outras.

Contudo, a Flor-de-maio não possui folhas; uma característica marcante da família Cactaceae. Entretanto, ao contrário da maioria dos cactos, não possui espinhos.

A saber, seu nome científico é Schlumbergera truncata, e popularmente também é conhecida como Flor-de-Seda ou Cacto-da-Páscoa.

A Flor-de-maio recebe esse nome pois sua floração acontece no outono, de março a maio.

Dessa forma, logo após as temperaturas mais elevadas do verão chegam dias mais amenos, porém ainda não tão frios como no inverno. O que manifesta a floração exuberante da Flor-de-maio é justamente esse período onde os dias são mais curtos e as noites mais longas.

LEIA TAMBÉM: Como Cuidar das Plantinhas Suculentas 

 

Luminosidade

A Flor-de-maio não gosta da incidência direta da luz solar forte. É bem provável que seu caule fique avermelhado com a exposição ao sol. No entanto, aprecia meia-sombra e sombra com bastante luminosidade. Sol fraco do início da manhã ou fim de tarde.

Sendo assim, em apartamento, escolha locais em varandas ou próximo a janelas.

A Flor-de-maio não tolera o vento e frio intenso. Também não se adapta a ambientes com ar condicionado por serem muito secos.

Onde plantar a Flor-de-maio

Para imitar o ambiente natural, o solo deve ser o mais drenado possível.

Utilize uma parte de terra vegetal e uma parte de qualquer complemento que traga aeração ao substrato. Pode ser areia grossa, chips ou fibra de coco, vermiculita, perlita, casca de arroz carbonizado ou qualquer tipo de pedrinhas.

Floração

Você vai encontrar dezenas de tons de cores da Flor-de-maio. Muitos cruzamentos foram feitos e é fácil encontrar flores desde brancas, amarelas, até vermelhas e rochas, passando pelo lilás e laranja.

As flores surgem nas extremidades dos caules sozinhas em múltiplas e duram em média duas semanas.

Assim que perceber que a flor secou, retire com as pontas dos dedos para que sua planta não continue gastando energia com uma flor já murcha.

Rega

Como sempre comento aqui, não existe regra para molhar suas plantas. Tudo depende do clima da região, da temperatura do ambiente, do substrato que está usando e, sobretudo, seu conhecimento sobre a planta.

A Flor-de-maio gosta de ambiente úmido, que é o que acontece naturalmente no ambiente natural da floresta tropical.

Garanta um vaso com boa drenagem para que as raízes não fiquem encharcadas.

Molhe até que a água saia pelos furos do vaso. Borrife água também ao longo dos caules.

Uma ou duas vezes na semana seria a indicação de rega para você que ainda não tem certeza da necessidade da planta.

Observe e teste com a ponta do dedo se o solo está quase seco antes da próxima rega.

Propagação

Separe pedacinhos do caule que não estejam com flores ou brotos. Tenha o cuidado de separar caules que estejam saudáveis.

Segure na parte do caule que deseja separar e gire com os dedos até que essa parte se solte. Depois passe canela nas pontas para evitar infecções.

Espere uma semana e então coloque as partes em areia grossa ou casca de arroz carbonizado ou ainda vermiculita. Você vai perceber que em cerca de um mês já terá novas mudas.

Próximo ao fim do outono surgirão frutos pequenos, avermelhados, que podem ser estourados e usados para germinar novas plantas. Esse processo é bem mais lento que a reprodução por estacas.

 

Adubação

Para a planta adulta utilize o mesmo adubo de orquídeas, pois as duas plantas têm as mesmas características epífitas. Tenha o cuidado de usar somente a metade da indicação do fabricante.

A adubação da Flor-de-maio deve ser feita no inverno, após o término da floração. Continue adubando, pelo uma vez ao mês até o ano seguinte interrompendo durante a floração.

Escolha adubos ou fertilizantes que tenham maior quantidade de potássio, ou seja a letra K do NPK. Exemplos: NPK 20 10 40, NPK 10 10 30. A casca de banana é excelente adubo orgânico pois, é riquíssima em potássio.

Borrife em toda a planta o adubo escolhido, seja orgânico ou químico.

Investigue as raízes e veja se é necessário a troca de vaso para um maior. Se as raízes já ocuparem todo o vaso, é hora de trocar.

Problemas com a Flor-de-maio

Partes do caule caindo pode ser excesso de umidade ou adubação inadequada com muito nitrogênio.

Caule murcho é sintoma de falta de água.

Você tem Flor-de-maio em casa? Conta pra gente as boas dicas que você adquiriu com sua experiência. 

 

 

4 Comments

  1. Miriam Loff disse:

    Tenho uma flor de maio que apresenta uma barbicha nas pontas e não dá flor.

    Porquê as barbicha?

    • Anne M. disse:

      Olá Miriam! Provavelmente sua Flor-de-maio está morrendo devido a algum problema nas raízes. Ou fungos ou talvez excesso de água. Então ela começa a soltar as raízes entre os gomos, que são essas barbichas a que você se refere. Separe alguns gomos saudáveis e coloque para enraizar dentro de copo com uma colher de água. Tampe o copo e em 3 semanas você terá novas brotações. Transfira para um vaso pequeno com terra bem drenada. No ano seguinte você terá as flores.

  2. MONICA RAMOS disse:

    A minha flor de maio está com alguns caules com manchas amarelas, já molhei por cima das manchas com leite e mesmo assim as manchas continuam lá. Nesses caules que tem as manchas brotam flor. Vou plantar num vaso maior, o que faço com esses caules com as manchas, retiro eles ou planto com eles mesmo assim ?

  3. Gabriela Dias disse:

    Oi eu tenho uma flor de maio branca tenho ela a 4 anos a algum tempo ela teve cochonilhas então eu usei neem durante um tempo ela ficou bem depois os caules começaram a cair e ela a murchar usei de novo e não adiantou elas foram para a raiz troquei a terra e tirei cochonilha por cochonilha ela não se recuperou e agora tudo oq resta dela é um caule e esta fraco avermelhado com pouquíssima raiz e não consegue se recuperar ela é muito importante para mim gostaria de salvar ela.
    Oq eu posso fazer para salvar ela ?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.