Flor Maria-sem-vergonha: conheça todos os cuidados

Pata-de-elefante-no-vaso
Pata-de-elefante no Vaso
15 de junho de 2021
Significado das Flores
Significado das Flores 24 Espécies e História da Simbologia
28 de junho de 2021

 

Fáceis de crescer na sombra ou meia sombra a Maria-sem-vergonha é uma planta anual com flores coloridas que pode ser cultivada dentro de casa.

Nativa da África, Eurásia e Nova Guiné, a Maria-sem-vergonha (Impatiens Walleriana) tem outros nomes engraçados como Beijo-turco, Beijinho, Maravilha, Ciúmes, Sultana e Beijo-de-frade.

São muito populares em locais sombreados pois florescem como loucas além de nos encantar com uma variedade enorme de cores.

Seu nome em latim, Impatiens, significa impaciente, e com efeito, ao menor toque suas vagens de sementes maduras se abrem expondo e espalhando essas sementes por toda parte.

Por consequência, se tornam muito fáceis de semear sozinhas, propagando suas sementes ao vento. Tanto que em algumas situações são consideradas invasivas e tratadas como ervas daninhas.

Já o nome Walleriana foi em homenagem ao missionário britânico Horace Waller (1833-1896), que morou muitos anos na África e era considerado um ativista naquela época, que lutava contra a escravidão.

Solo

A Maria-sem-vergonha cresce facilmente nos mais variados tipos de substrato, ainda que sejam pobres em nutrientes.

Para que sua planta cresça saudável e tenha muitas flores, ofereça um solo bem drenado e que seja enriquecido com matéria orgânica.

Quando plantada em vasos e jardineiras, cuide para que a última camada seja composta por uma cobertura de palha ou lascas de madeira. Isso vai ajudar a manter a umidade do substrato que ela exige

 

Luminosidade

A luz direta do sol pode queimar sua Maria-sem-vergonha. Nesse sentido ofereça locais sombreados ou de meia-sombra.

Para locais ao ar livre, como em jardins, nas sombras dos pés de árvores, saiba que dependo da planta vizinha, elas podem concorrer pelos mesmos nutrientes.

Se cultivadas em vasos, dentro de casas, apartamentos e escritórios, tenha o cuidado de oferecer bastante luminosidade.

Se escolher um local próximo de janelas, onde a luminosidade é boa, observe para que não estejam sob luz solar direta durante uma parte do dia.

Temperatura

A Maria-sem-vergonha gosta de clima quente, desde que não seja acima de 40º C.

E ao contrário, não suporta temperaturas muito baixas, onde por exemplo, pode correr o risco de congelamento em noites muito frias.

Além disso, não gosta de locais com ventos fortes.

Água

Não toleram a seca e ambientes de baixa umidade, por esse motivo precisam de regas constantes para que não murchem.

Nesse sentido, apreciam o solo constantemente úmido, porém, sem alagamento.

São muito sensíveis ao encharcamento do solo, o que pode provocar o apodrecimento de suas raízes.

Evite deixar água parada na bandeja do vaso. Isso também pode favorecer o amolecimento das raízes.

As plantas cultivadas em vaso devem receber maior quantidade de água e um número maior de regas. Dependendo do recipiente, talvez tenha a necessidade de regas diárias.

No período de inverno, onde seu crescimento é mais lento, diminua a quantidade da água, de tal forma que, só faça a rega após o teste do dedo. Sendo assim, verifique se os primeiros centímetros do solo estão secos.

LEIA TAMBÈM: Onze-horas: Como plantar e Cuidar para Ter Muitas Flores.

Propagação

Como já comentei lá no início a Maria-sem-vergonha se propaga muito comumente por sementes.

Quanto mais juntinhas e perto uma da outra, mais altura elas terão.

Se quiser usar como planta de cobertura de solo, mantenha distâncias maiores, uma vez que isso encoraja a se espalharem e preencher os espaços.

A propagação por estaquias é simples. Pode ser feita em um copo de água, e fora da luz solar direta. Trocando a água constantemente para que não fique turva. Em algumas semanas terá novas raízes. Dessa forma é só transplantar para o vaso escolhido.

Com o tempo perde a beleza das folhas e suas flores não germinam mais. Dessa forma é sugerido que faça o replantio.

Fertilizante

Você vai conseguir uma planta mais florida se fizer a adubação regularmente.

Se for usar um adubo de ação gradativa com liberação lenta, faça uma vez a cada estação do ano.

Se preferir o adubo solúvel em água (NPK 10-10-10), neste caso, programe intervalos para pelo menos a cada duas semanas.

 

Pragas e doenças comuns

Quando as planta estão muito próximas umas das outras, a umidade favorece o aparecimento de fungos, podridão e vírus.

Podem ser afetadas por insetos como pulgões, colchonilhas, ácaros e mosca-branca.

Para plantas muito afetadas por doenças, o aconselhável é a remoção, de tal forma que não se propague em outras planta vizinhas.

Se a infestação for em menor grau, utilize calda de sabão ou mistura de álcool isopropílico com água.

 

1 Comment

  1. Gildete Barros da Cruz disse:

    Muito rico de informações. Parabéns

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *