Quais são as Plantas Tóxicas que temos em Casa?
20 de novembro de 2019
Plantas de Sombra Total
25 de março de 2020

Com tanta variedade de folhagens, cores e características, escolher plantas de sombra parcial pode se tornar uma tarefa muito prazerosa. 

Quando falamos de plantas domésticas, alguns aspectos devem ser levados em consideração; pois, mesmo no interior de casas, apartamentos e escritórios, existem variações de temperatura, umidade e quantidade de luz.

Escolha plantas com estruturas mais firmes e folhas resistentes se você tem  uma varanda com vento forte e temperaturas extremas. Que é exatamente o meu caso. Boas plantas de sombra parcial para este local seriam, por exemplo, Agave, a Pata de Elefante e também a Espada de São Jorge, além dos Cactos.

Qual a luminosidade para as Plantas de Sombra Parcial ?

As plantas de sombra parcial necessitam de luz direta do sol por, pelo menos,  2 horas ao dia. São espécies que precisam ser mantidas em locais bastante iluminados, como por exemplo perto das janelas. 

Algumas plantas de sombra parcial citadas abaixo toleram o sol pleno também, outras são mais sensíveis à luz direta e podem sofrer variação nas cores e vivacidade das folhas.

Não existe uma regra padrão;  escolha o local,  faça mudanças, movimente os vasos ao  longo das estações, observe e conheça sua planta.

Se estiver procurando ideias de plantas para sombra total , onde não tem incidência direta de luz solar, clique aqui. 

Agora , vamos conhecer abaixo, algumas ideias de plantas que precisam daquele solzinho gostoso de  fim de tarde ou  início da manhã e que vão deixar sua casa mais linda.

17 Ideias para Plantas de Sombra Parcial

1 – Peperômia Rubi – (Peperômia graveolens)

peperomia graveolens

É uma suculenta muito graciosa que cresce até uns 10 cm. Quando cultivada em ambientes internos a Peperômia Rubi ou Ruby Glow,  pode crescer mais, a medida que procura luz. Suas hastes e folhas são  vinho. Em formato de canoa, a parte superior da folha é verde para o processo de fotossíntese. 

A melhor temperatura para cultivo é entre 15º e 25º Celsius. Gosta do solo constantemente úmido. Contudo, se observar que a planta começa a murchar, verifique a drenagem do solo.


2 – Caládio – (Caladium-bicolor)

caladium bicolor
@planti_teh

Existem vários híbridos dos Caladiums , a maioria derivada do Caladium bicolor. Como planta tropical, gosta de sombra e é comum encontrá-la em canteiros  junto com Samambaias ou Coleus.  Dependendo da espécie, pode ser cultivada também em ambientes internos. É uma planta tóxica, veja os cuidados aqui.

Com a chegada da estação mais fria, suas folhas vão murchar e a planta entra em período de repouso. Tire os tubérculos da terra e guarde-os para serem replantados em 4 ou 5 meses.


3 – Escudo Persa – (Strobilanthes dyeriana)

escudo persa strobilanthes dyerianus (

É uma cor única, um tom arroxeado brilhante que chama logo a atenção. Essa cor se mantém nas folhas mais novas. Com o tempo,  faça podas dos brotos para estimular e renovar as cores da folhagem do Escudo Persa.

Gosta de umidade no solo e não tolera temperaturas com menos de 9º Celsius. Deve ser replantada a cada dois anos e cuide para que os vasos tenham excelente drenagem.


4 – Peixinho – (Nematanthus wettsteinii)

peixinho nematanthus
@too.damn.many.plants

Tem esse nome por causa do desenho das suas flores que lembram um Peixinho;  podendo ser  vermelhas ou alaranjadas. Contudo, mesmo sem sua floração, suas folhas tem um verde vivo e intenso que formam um lindo conjunto pendente.

De origem tropical, gosta de umidade e meia sombra, sendo portanto ideal para cultivo dentro de casa. 


5 – Antúrio – (Anthurium andraeanum)

anthurium adraeanum

Muito comum em ornamentação tanto de jardim quanto no interior de casas, apartamentos e varandas, o Antúrio se destaca por suas folhas grandes e vistosas em forma de flechas. Com variações nas cores, as flores vão do  vermelho ao branco passando pelo rosa e verde.

Sua manutenção é bem simples , todavia tenha cuidado com a rega, não deixando faltar água. Lembrando que é uma planta tóxica e exige alguns cuidados como manter as crianças e pets afastados.


6 – Mini-costela-de-adão – (Rhaphidophora tetrasperma)

mini costela de adão a mais linda das plantas de sombra total
@twistedrootzbyalicia

Para que você tenha uma Mini-costela-de-adão com folhas bem recortadas, escolha um local de cultivo com meia sombra. Assim, a incidência de luz vai garantir um planta bonita e saudável. É uma das melhores  plantas de sombra parcial. De fácil manutenção, a sua profusão de folhas verdes intensas deixa o ambiente muito bonito. Essa trepadeira fica também muito interessante quando pendente.

Gosta de umidade e solo bem drenado. Se plantada em vasos, cuide para não deixar encharcar, pois pode apodrecer as raízes.

Leia também:


7 – Colar-de-golfinhos – (Senecio peregrinus)

Colar-de-golfinhos
@pilot_sprouts

Suas folhas lembram pequenos golfinhos voadores;  daí o nome dessa suculenta, Colar-de-Golfinhos. Fica muito bonita em vasos pendentes como o da foto. Tem crescimento rápido e se desenvolve melhor em temperaturas em torno de 22º Celsius.

Como a planta armazena  água , regue apenas uma vez na semana em períodos mais quentes . O substrato deve estar completamente seco antes da próxima rega. No inverno uma vez por mês é suficiente.


8 – Aspidistra – (Aspidistra elatior)

alpidistra
@greendoorf

É uma planta que atinge em torno de 60 cm de altura. Gosta tanto de sombra como de  meia-sombra. A Aspidistra tem folhagem abundante,  de cor verde forte e brilhante. Porém, você pode encontrar espécies com folhas riscadas de tons amarelados e brancos. Bastante cultivada em vasos e a queridinha de quem trabalha com arranjos florais.

Perfeita para jardineiros iniciantes, pois não requer muitos cuidados e é resistente. Além disso, tolera facilmente variações de temperatura, umidade e luz.


9 – Falsa-seringueira – (Ficus elastica)

falsa seringueira
@stockholmsgront

Apesar de alcançar uns 20 metros de altura, a Falsa-seringueira, também chamada de Seringueira da Índia, tem conquistado seu espaço como planta ornamental de  interior. Folhas belíssimas  e tricolores, com um desenho exótico; perfeita para cultivo em vasos.

De fácil manutenção, não exige maiores cuidados. Todavia, sempre deixe o solo secar parcialmente entre as regas. Suas raízes tem crescimento rápido, sendo necessário a poda do excesso pelo menos de dois em dois anos.


10 – Abacaxi-roxo – (Tradescantia spathacea)

abacaxi roxo
@_cisy

Em forma de rosetas e com folhas riscadas em vermelho, amarelo e verde o Abacaxi-roxo fica lindo em vasos. Muito utilizada como forração e bordadura de jardins, essa planta pode ser cultivada também em locais de meia sombra ou luz difusa dentro de casa.

É uma planta resistente, que suporta bem mesmo solos mais arenosos e secos. 


11 – Cheflera – (Schefflera arboricola)

cheflera
@growingplantpassion

A Cheflera tem um efeito ornamental lindo por conta de suas folhas abundantes em formato de palmeira, em tons de  verde, amarela e esbranquiçadas. Formam arbustos volumosos. Utilize vasos de cimento e de tamanho grande, pois suas raízes são extensas e enérgicas.

Pode ser cultivada tanto a meia sombra quanto em sol pleno. Manutenção simples, com regas periódicas. 


12 – Avenca (Adiantum capillus-veneris)

avenca
@candiagogabriela

A Avenca é uma planta com folhas delicadas de visual irregular, denso e muito formoso.  Atingem no máximo 40 cm. São muito populares, principalmente por causa de suas propriedades medicinais. Gosta de muita luz, porém escolha um local onde bata o sol da tarde ou início da manhã, cuidando para que não seja exposta a mais de 2 horas de sol por dia.

Gosta de clima úmido, e sua rega deve ser regular. Borrife com água as folhas ao menos uma vez na semana.


13 – Croton (Codiaeum variegatum)

Croton Codiaeum variegatum
@giulianagiux

Sua folhagem varia do tom de vermelho, verde e amarelo alaranjado dependo da idade da planta e da quantidade de luz. As folhas do Croton tem tons vivos e fascinantes. Existem muitas variedades dessa planta; sendo assim, suas folhas podem ser finas, ovaladas, retorcidas ou mais largas.

Por ser uma planta originária de florestas tropicais , não suporta temperaturas abaixo de 10º Celsius. Assim sendo, no inverno, com madrugadas frias e  temperaturas muito baixas, o melhor é recolher a planta para o interior de casa. A Croton gosta de solo adubado com matéria orgânica.


14 – Alocacia Amazônica – (Alocasia amazonica)

alocasia amazonica punhal malaio
@papanikolaou_alexandros

Olha essas folhas, o recorte, as formas, as cores, isso que é visual… Lindíssima , essa planta é também chamada de Punhal Malaio e Cara de Burro. A Alocacia Amazônica, apesar da referência não é brasileira;  e sim do  sudeste asiático , sendo que outros apontamentos sugerem híbridas. Gostam de muita umidade e lugares quentes. 

O solo deve ser rico em matéria orgânica e fibras. As folhas apreciam borrifadas com água constantes. Mantenha em  local de muita luminosidade e um pouco da luz do sol da manhã ou fim de tarde.


15 – Agave filifera – (Agave filifera)

agave filifera
@sralhb

A Agave filifera é uma planta de porte pequeno que atinge cerca de 45 cm. Tem folhas pontiagudas e duras em forma de roseta com espinho em suas pontas. Desenvolve filamentos brancos ao longo das folhas que se destacam e trazem um aspecto interessante ao visual da planta.

É resistente e não necessita muita água; ainda assim, no inverno,  apenas uma rega a cada mês. Suporta baixas temperaturas e ventos, e é livre de pragas e doenças. Fica linda cultivada em vasos.


16 – Trapoeraba Roxo – (Tradescantia pallida)

trapoeraba roxa
@agradoce

Popularmente também chamada de Trapoeraba-roxa ou Coração Roxo. É uma planta muito usada em jardins para evidenciar contraste de cores. Experimente plantar várias mudas no mesmo vaso. Suas flores são pequenas e graciosas em tons de rosa com anteras amarelinhas, muito fofas.

Uma das vantagens dessa planta é que pode ser cultivada tanto em sombra parcial quanto sol pleno. Resistente ao frio, gosta de regas regulares em solo rico de matéria orgânica.


17 – Pata de Elefante – (Beaucarnea recurvata)

pata de elefante melhor plantas de sombra parcial
@k_boonplants

Tem um lindo caule rústico e grosso com a base larga, característica de plantas que armazenam água. As folhas da Pata de Elefante são também encantadoras, formando uma cabeleira de folhas finas e pendentes. Pode chegar a mais de 2 metros de altura, porém seu crescimento é muito lento. 

Para cultivo em vasos, tenha o cuidado de não encharcar o solo, que deve ser mais arenoso. Elas são perfeitas como plantas de sombra parcial,  pois, demandam poucos cuidados. A minha Pata de Elefante fica na varanda onde tem se mostrado  muito resistente a variações de temperatura e fortes correntes de ar.  


ENTÃO, qual é a sua planta preferida? Comente aqui embaixo suas experiências! 

14 Comments

  1. Élita disse:

    Amei SABER mais sobre algumas plantas. TENHO algumas DESTAS que foi descritas e foi INCRÍVEL SABER mais sobre elas

  2. Carmelita Belmoch Bezerra disse:

    Gostei muito de saber sobre como cultivar essas plantas tenho algumas delas

  3. JOSE NELSON disse:

    Estou encantado com esse site que nos apresenta os nomes das plantas e seu melhor local de cultivo. Estou montando uma floricultura e o site tem me ajudado muito na escolha das plantas para diferentes ambientes. PARABÉNS!

  4. Silvia disse:

    Que maravilha, este seu site, sou uma amante da natureza e curiosa no cultivo, tenho muitas destas que você citou e estou sempre adquirindo mais. Não saberia escolher uma que eu goste mais tenho de suculentas, violetas, cactos , orquídeas , pata
    de elefante e outras. Obrigado pelos ensinamentos.

  5. Teresinha N Chamarelli disse:

    Informações muito relevante para os cuidados que nossas plantas necessitam.

  6. Sônia Maria disse:

    Adorei, E gostaria muito de receber orientações sobre folhagens de sombra pouco sol…Grata!

  7. Cida bernardes disse:

    Eu tenho todas elas. Amei obter informacões preciodas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.